Entrevista de ARTHUR ANDRADE o mais novo artista alagoano

MA – Como se sente após a gravação do primeiro CD?
ARTHUR ANDRADE: É uma satisfação imensa, por saber que a valorização do artista, se dá pelos trabalhos realizados, e a gravação do CD, com certeza, vai servir muito para meu reconhecimento artístico.


MA – Que tipo de músicas você pretende incorporar na sua carreira de artista?
ARTHUR ANDRADE: Prefiro músicas que tenham conteúdo de verdade, que me possibilite transmitir tudo que sinto através dela. Claro que há exceções para as músicas animadas que já ganharam o gosto do publico.


MA – O que a população da sua cidade natal Maceió pode esperar desse jovem artista?
ARTHUR ANDRADE: Posso dizer que podem apostar todas suas fichas, pois onde eu conseguir chegar, levarei comigo minhas raízes, e de onde veio esse grande artista. Nossa cidade precisa de artista que reconheça os valores do local onde nasceu, pois tudo que está entre o artista, e o que fez parte da vida dele, está relacionado a todo seu potencial, e agradeço isso á Maceió, sempre.


MA – O que está achando do governo de Dilma Rousseff na área da Cultura?
ARTHUR ANDRADE: Espero que a Presidente Dilma invista na cultura mais que o governo anterior, por enquanto é muito cedo tirar conclusões.


MA – Como você se define na música?
ARTHUR ANDRADE: Um aprendiz, um eterno aprendiz! Não sou dono da melhor canção nem da melhor voz, sou dono apenas, de um sentimento de amor, que desejo compartilhar, e não deixa-la somente comigo.


MA – O que acha da internet? Que rede social usa e qual a sua recomendação?
ARTHUR ANDRADE: O que há de mais inovador, a internet facilita muito a vida e a globalização de um artista, levando a qualquer parte do mundo, qualquer informação. Em quanto as que eu utilizo, creio que todas. Twitter, Facebook, Orkut, Messenger, Skype, entre outras, recomendo o Facebook, pois tem a maioria das redes juntas nela.


MA – Tem algum cantor que se espelha para cantar e compor?
ARTHUR ANDRADE: Claro, acredito que cada artista tem algo bom, eu admiro vários cantores mesmo de outros estilos. Acredito que minha preferência, seguindo meu estilo musical, é sem duvida, Paula Fernandes, por toda sua simplicidade ao fazer música.


MA – O que está achando do governo de Teotônio Vilela Filho na área de Cultura?
ARTHUR ANDRADE: O governo de Teotônio Vilela Filho tem prestigiado bastante a cultura no nosso estado, no entanto, acho que precisa de um maior investimento, tendo em vista que somos conhecidos mundialmente por nossa diversidade cultural.


MA – Deixe uma mensagem que você habitualmente usa.
ARTHUR ANDRADE: Porque metade de mim é a plateia e a outra metade, a canção. E que minha loucura seja perdoada. Porque metade de mim é amor e a outra metade também.
Trecho da música de Oswaldo Montenegro. Li esse trecho logo no começo de minha carreira, e claro, ficou marcado.




( Autor: Edvan Azevedo )